Saturday, November 6, 2010

Como jornalistas utilizam o Twitter

Pesquisa realizada na Noruega mostrou como os jornalistas de l� t�m utilizado o Twitter. Um em cada dois jornalistas noruegueses utilizam a ferramenta. O microblog serve principalmente para pesquisa, como inspira��o para pautas, rede de contatos e para conex�o com leitores. Foram ouvidos 132 jornalistas.



- Pesquisa (30%)

- Uso pessoal (29%)

- Inspira��o para pautas (23%)

- Promo��o (17%)

- Construir rede de contatos com outros jornalistas (15%)

- Buscar contatos com fontes e realizar entrevistas (13%)

- Buscar feedback de leitores (12%)



Esta certamente n�o � uma lista conclusiva. Por aqui, temos visto outros usos como cobertura de eventos, documenta��o, trocas de ideias, busca de feedback e cross media com r�dio, tv e jornais. At� j� vi jornalistas utilizando a ferramenta para contar palavras de uma mat�ria.



Sem falar nas se��es dos jornais que publicam repercuss�es e coment�rios do Twitter sobre diversos assuntos.



H� outras possibilidades como projetos em conjunto,  uma conta compartilhada para promover uma causa ou atingir p�blicos de nicho. Fizemos este exerc�cio em um curso do Knight Center com �timos resultados.



O Twitter pode ser considerado hoje a melhor plataforma para not�cias atuais. Um espa�o em que as diversas vis�es de mundo se encontram, em fluxo cont�nuo de atualiza��o.



No final, trata-se de cada um encontrar a melhor utilidade, aquilo que lhe conv�m. S� n�o vale fazer da ferramenta uma fonte de ang�stia pelo volume de informa��o circulante. Afinal, tudo o que � realmente importante retorna em algum momento. Com o Twitter n�o � diferente.



Aos alunos de jornalismo, costumo dizer que podem at� n�o gostar. Mas n�o podem ficar de fora.



Fontes http://bit.ly/am3vd7 e http://bit.ly/bNFWLz:


Monday, November 1, 2010

5 li��es do Twitter para jornalistas em forma��o

(Tradu��o livre do artigo 5 Key Lessons That Journalists Learn From Twitter)





Twitter � uma �tima ferramenta de m�dia social para jornalistas. Mas � fato que a grande maioria das pessoas n�o utiliza o Twitter para se informar. A boa not�cia? O Twitter ensina valiosas li��es que se aplicam ao jornalismo como um todo. Aqui est�o cinco li��es gerais que voc� pode aprender com seus h�bitos de micro-mensagens.





1. Como conquistar a aten��o das pessoas: como jornalista, voc� vai querer chamar o p�blico para a sua hist�ria. Isso n�o significa necessariamente ser sensacionalista - mesmo se voc� estiver escrevendo um artigo s�rio e racional vai querer anunci�-lo com um bom t�tulo ou legenda. Por exemplo tweet do  @ HuffingtonPost sobre a acidente com mineiros no Chile (Shhhh! Mineiros chilenos n�o revelam detalhes do calv�rio) procura buscar audi�ncia sem apelar para o sensacionalismo.



2. Como buscar informa��es: o Twitter faz um �timo trabalho incentivando as pessoas a seguirem quantas outras quiserem. O site mostra abertamente quantas pessoas o usu�rio segue e quantas pessoas s�o seguidas por ele. H� ferramentas incorporadas que incentivam seguir ainda mais gente. O Twitter permite ao jornalista multiplicar infinitamente suas fontes misturando-as na timeline. Isso ajuda a n�o confiar demais em apenas uma fonte. Naturalmente, o jornalismo respons�vel exige fontes respeit�veis, mas o Twitter ensina ao jornalista o valor de se clicar em busca de mais informa��es ... aprende-se rapidamente que os maiores tesouros est�o muitas vezes em camadas mais profundas.



3. Como citar informa��es: simples e f�cil. O Twitter incentiva os jornalistas a citarem suas fontes, encorajando o uso do s�mbolo @ e a abreviatura RT nas mensagens. No Twitter, n�o h� vergonha em acenar para outras pessoas nos seus tweets. Tanto quanto o jornalista deseja not�cias in�ditas, � sempre m� ideia se apossar da cria��o de outros, dizendo ser sua.



4. Como incorporar multim�dia: o Twitter introduz o jornalista no mundo da multim�dia. Especialmente com o novo Twitter, � poss�vel perceber como fotos, v�deos e clipes de �udio podem enriquecer um artigo ou mensagem.



5. Como ser agressivo: o trabalho como rep�rter rapidamente ensina a necessidade de se impor para obter a informa��o que precisa. Algumas vezes, ter� que ir a lugares aos quais n�o pertence,   mas se h� um fato ou uma fonte que vai ajudar na sua hist�ria, voc� ter� que ser  agressivo. Alguns ainda podem argumentar que o Twitter permite esconder atr�s da parede da internet, mas o site realmente incentiva a se envolver em conversas com estranhos. Responder a algu�m que n�o conhece ou retuitar uma fonte com a qual n�o tem nenhuma conex�o, incentiva o h�bito de se envolver e entrar em conversas alheias.